quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Campanha ‘Vem pro Museu. Valorize, que é nosso!’ dobra visitações ao Sacaca em 2018

Foto: Marcelo Loureiro.

A campanha ‘Vem pro Museu. Valorize, que é nosso!’, lançada pelo Governo do Amapá, gerou 55,5 mil visitas ao Museu Sacaca, em 2018 – 25,9 mil a mais que as visitações registradas em 2017. A campanha foi lançada para estimular turistas e os próprios amapaenses a valorizarem e conhecerem a cultura dos povos da Amazônia, em especial, o modo de vida dos ribeirinhos. Os números foram divulgados nesta quinta-feira, 27, pelo Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), que gerencia o espaço de 20 mil metros quadrados, no bairro do Trem, em Macapá.
“A campanha de valorização deu tão certo que passamos a receber um número considerável de alunos, graças ao trabalho de interlocução do Museu com as instituições de ensino. Inserir o conhecimento da nossa cultura nas escolas, é tão importante, quanto qualquer outra disciplina. A sociedade precisa conhecer a sua própria história”, enfatizou a diretora-presidente do Iepa, Marlene Souza.
Foram contabilizadas 215 escolas que agendaram visitas monitoradas totalizando 12.537 alunos que puderam conhecer os espaços e os costumes dos ribeirinhos. As visitas de escolas ao Sacaca foram inclusas na programação da campanha ‘Vem pro Museu. Valorize, que é nosso', o que também contribuiu para o aumento do quantitativo de visitações.
Quem participou de formaturas, palestras, seminários e eventos sociais e culturais no auditório Waldemiro Gomes – espaço destinado para esses tipos de eventos – também teve a oportunidade de conhecer o lugar. Em 2018, o auditório recebeu 134 eventos. As visitas de rotina (terça a domingo) contabilizaram 42.987 pessoas, dando em média 3.500 visitantes por mês.
“Desde o início do ano, o Museu Sacaca passou por um processo de revitalização dentro de suas ambientações. Além da campanha de valorização, também foram criados outros espaços como o Memorial Sacaca e o Bosque do Açaí”, reforçou a diretora-presidente do Iepa.
Marlene Souza acrescentou que também foram fundamentais para o sucesso de visitações, os ensaios fotográficos, gravações de vídeos e diversas programações culturais que foram proporcionadas ao público. Para divulgar as programações, foi criado o site  www.museusacaca.ap.gov.br.
O museu
O Museu Sacaca foi criado com o objetivo de disseminar e valorizar a cultura dos povos da Amazônia, através de espaços que demonstram e representam suas relações com o meio natural, o modo de vida dos ribeirinhos, índios, caboclos e quilombolas. Sua estrutura física de 20 mil metros quadrados foi concebida para ser um espaço de histórias vivas, de forma a promover ações museológicas de pesquisa, preservação e comunicação, conservação do patrimônio global, desenvolvimento sustentável humano e do patrimônio cultural do Amapá.
Criado em 2018, como parte da campanha ‘Vem pro Museu. Valorize, que é nosso!’, o Memorial Sacaca foi uma homenagem a Raimundo dos Santos Souza, que dá nome ao museu desde 1999. Por meio deste espaço, o público pode acessar objetos e documentos que demonstram a atuação de Sacaca na cultura, no futebol, no convívio familiar, com amigos e também de seu trabalho como “doutor da floresta”. Dentre os objetos, está um pilão onde ele manuseava as ervas para fazer os remédios naturais. As peças nunca haviam sido retiradas da casa da família.
As visitas no final de ano continuam normalmente de terça a domingo, no horário de 9h às 17h, com entrada gratuita.

Por Cláudio Rogério/Secom GEA

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

“Mestiçaria”


Nome do novo CD do consagrado cantor e compositor, Lula Barbosa, parceiro de Joãozinho Gomes nesse projeto, com a música “O Dobrador de Obá”.
A canção é uma homenagem a Tia Chiquinha, quando o artista esteve em Macapá, em 2007. 
Lula é autor de “Mira Ira”, 2ª colocada no Festival dos Festivais, em 1985, promovido pela TV Globo.

Deu CDC

Foto: Cláudio Rogério
Corpo de Dança Caprichoso (CDC) conquistou o título estadual de melhor grupo Toada do Amapá, no último sábado, 15, na quadra do colégio Azevedo Costa.
Com a temática “Amazônia-Liberdade: Somos Cultura, História e Resistência; Somos um Grito de Liberdade Pela Nossa Amazônia”. Parabéns.

Férias


Cantora amapaense, Patrícia Bastos, que reside em São Paulo cuidando da carreira artística, está na terrinha Macapá.
Veio visitar a família e rever amigos, além de algumas agendas de shows.

Agenda MPA


Sexta, 21, tem show das cantoras Mayara Braga e Sabrinha Zahara, no Norte das Águas (Complexo Marlindo Serrano) – Araxá, 21h.
Artistas convidados: João Amorim e Alexandre Veríssimo abrindo o espetáculo. Informações: 9999-6670 e 98114-2908. A realização é do Projeto Música Popular Amapaense (MPA).

“Todo Música”

Foto: Alexandre Brito

Título do 1º disco solo do músico, compositor e cantor, Enrico Di Miceli, que já inicia seu trabalho de divulgação da obra.
O lançamento está agendado para 2019, depois do carnaval

O texto de apresentação tem a assinatura do consagrado cantor e compositor brasileiro, Zeca Baleiro, amigo e admirador das obras de Enrico.
Ouvi as músicas e confesso que sou suspeito pra falar, mas “tá” massa.

A primeira música lançada do disco é  "ENCONTRO DOS TAMBORES" de autoria de Enrico Di Miceli, Joãozinho Gomes e Leandro Dias e será apresentada nesta terça-feira (18), em todas as redes sociais do artista (Facebook,
Instagran, Youtube).

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Agenda


Dia 27 de dezembro vai acontecer a “Quinta Jazz Especial”, no Norte das Águas (Complexo Marlindo Serrano – Araxá).
As atrações: Lucinhas Bastos e Finéias Neluty (Quarteto Amazon Music). Informações: 99193-8466.

“Caia na Folia”


Nome do tradicional baile de carnaval de salão, marcado para acontecer no dia 23 de fevereiro de 2019, na sede da Aseel (Rodovia JK).
A realização é do radialista Azevedo Picanço. Informações: 98114-0202.

Agenda MPA


Sexta, 14, tem show de Finéias Neluty e Nivito Guedes no Projeto da Música Popular Amapaense (MPA), no Norte das Águas (Complexo Marlindo Serrano – Araxá).
A cantora Deize Pinheiro abre o espetáculo, às 21h. Informações: 98112-7594 e 99115-1774.

Carnaval



Equipe da prefeitura de Macapá reuniu, nesta segunda (10), com as escolas que irão realizar o Carnaval Independente no Meio do Mundo 2019.
Já são cinco (5) escolas que somam com essa ideia: Piratas Estilizados, Maracatu da Favela, Unidos do Buritizal, Piratas da Batucada e Império do Povo.
O projeto, de iniciativa de Piratas Estilizados, contempla as dez (10) escolas de samba, mas as outras cinco ainda não se manifestaram, são elas: Boêmios do Laguinho, Império da Zona Norte, Emissários da Cegonha, Embaixada de Samba e Império Solidariedade.


    Mostra de dança



    Domingo (16), a Federação das Entidades Juninas e Folclóricas do Amapá vai realizar a Mostra de Dança Fejufap a premiação dos melhor de 2018, no Teatro das Bacabeiras, às 19h.
    A entrada será 1 kg de alimento não perecível.

    Poeta carioca radicada no Amapá lança livro de poemas sobre o mar



    Ana Anspach encontrou na poesia a força para superar a depressão. O lançamento acontece no dia 15 de dezembro.

    “Uma viagem aos cantos mais escondidos da alma”, é aonde a poeta, Ana Anspach, encontrou a matéria para produzir seus poemas. O livro ‘A Trilha do Mar’ retrata os momentos tristes e felizes em que Ana passou pela depressão, e encontrou na escrita seu refúgio. O lançamento acontece no dia 15 de dezembro, às 20h, na Livraria Acadêmica no Macapá Shopping.

    O encontro com a poesia aconteceu aos 11 anos para Ana, quando conheceu o gênero e também começou a rabiscar seus primeiros versos. “Sofri bullying na adolescência, embora não tivesse esse nome, as palavras me feriam e talvez tenha sido nesse momento que decidi escrever para não ferir ninguém”, desabafa, Ana.

    O nome do livro vem de uma de suas maiores paixões, o mar. Quando criança, Ana morou próximo a praia, e ele representa para ela mais que a nostalgia da época, é sua grande fonte de inspiração. “O mar me lembra pessoas muito importantes: meu avô, minha mãe, colegas da infância. Acho que sempre quis ser uma sereia, sempre quis entender o mar”, conta a poeta.

    No lançamento terá leitura de alguns de seus poemas feito por outros poetas e artistas amapaenses, além de um coquetel e música ao vivo.

    Ana Anspach, 52 anos, é mãe e publicitária e trabalha como assessora de imprensa. Carioca, mora no Amapá há 23 anos. Membro da Associação Literária do Estado do Amapá – Alieap, participou do projeto Cenopoesia onde já realizou duas exposições de poemas uma em Macapá e uma no Município de Santana, atualmente divulga seus textos nas redes sociais.

    Serviço:

    Lançamento – A Trilha do Mar de Ana Anspach
    Dia 15 de dezembro, sábado
    Às 20h
    Livraria Acadêmica – Macapá Shopping – Piso L2
    Livro comercializado ao valor de R$30,00
    Texto: Thiago Soeiro
    Fotos: Pedro Stkls

    Cortejo


    O Cortejo do Banzeiro do Brilho-de-Fogo vai acontecer no domingo, 16, e os ensaios finais irão a partir desta terça, 11, até a sexta, 14, na Praça Floriano Peixoto, 19h.
    Concentração, às 16h, na av: Coaraci Nunes (ao lado do Banco do Brasil).

    sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

    Ensaio


    Hoje é dia de ensaio e oficina do Banzeiro do Brilho-deFogo, na Praça Floriano Peixoto, às 19h.
    É a preparação para o Cortejo do dia 16 de dezembro.

    É hoje


    Nesta sexta (7) tem show de Val Milhomem e Joãozinho Gomes, no Norte das Águas, abrindo a agenda de dezembro do Projeto MPA (Música Popular Amapaense).
    O cantor e compositor, Cássio Pontes, é quem vai abrir o show, às 21h. No Complexo Marlindo Serrano – Araxá. Informações: 99110-0249 e 99154-7815.

    quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

    Lançamento


    Quadrilha junina Simpatia da Juventude vai lançar seu projeto de 2019, na quarta (12), na sede de Boêmios do Laguinho (av: Gal. Osório – Laguinho), às 20h.
    Além do tema, serão apresentados: marcador, equipe temática, coreógrafos, estilistas, coordenação, miss caipira e outros profissionais.

    Reforma


    Escola de Artes Candido Portinari (rua Cândido Mendes – Centro) está passando por reforma e logo será reinaugurada.
    Artistas e professores de vários segmentos terão a velha casa de volta.

    Jogo das Estrelas


    Sábado (8), 17h, no estádio Zerão, vai acontecer o Jogo das Estrelas (Natal solidário), realizado pelo empresário Edinoelson Trindade (Careca).
    O ingresso será um brinquedo ou 1 kg de alimento não perecível, que será doado para a Casa da hospitalidade, no município de Santana.

    *Museu Sacaca receberá recursos para casas indígenas

    O IEPA estará recebendo nesta segunda-feira, 27, às 15h, no Auditório do Museu Sacaca, os recursos para construção de três casas indíg...