terça-feira, 10 de dezembro de 2019

O sabor da música tucuju


Música – Ritmo 

São muitos os estilos e sabores das composições musicais, produzidas no Amapá, que retratam em seus sons e ritmos o que de mais belo existe nesse estado ao norte do Brasil, que faz fronteira com a Guiana Francesa e às margens do maior rio do mundo, o Amazonas. Mas a temática é a mesma, as coisas do Amapá.
A linguagem da musicalidade tucuju, nas letras e melodias, são características verdadeiras de quem vive em um lugar com riquezas regionais espetaculares e verdadeiras, no meio da floresta amazônica e com uma matéria prima abundante e satisfatória.
O sabor das canções que cantam as coisas existentes no Amapá é degustado e aprovado pelos maiores e mais exigentes críticos da música brasileira, que já ouviram a beleza do cancioneiro tucuju. Produtores, músicos, compositores letristas, cantores e diretores brasileiros (de bom gosto), já provaram desse tempero musical regional, de um povo privilegiado que tem o seu lugar destacado em belas canções.
Os rios, povo, costumes, tradição, cultura, floresta e lugares existentes no Amapá, são exaltados com sensibilidade por quem olha para cada peculiaridade e vê o que há de mais valor na alma e no coração do povo que mora nesse caldeirão cultural. Cada uma das pessoas é parte fundamental desse belo e natural cenário cultural amazônico.
Temperar as canções amapaenses com boa letra, melodia, ritmo forte, poesia, ouvir os sons das caixas de mar-a-baixo, batucar os tambores de um lugar e de um povo, é privilégio de poucos que conseguem provar do sabor do cancioneiro tucuju. Pra completar o cardápio, uma boa pitada da voz dos cantadores que fazem ecoar pelo mundo o som que o Amapá produz. 

FESTA DA VIDA


Título do novo clipe da cantora e compositora, Lia Sophia, gravado em Alter do Chão – Santarém (PA) e lançado no último dia 6 (sexta), no canal da artista no YouTube e em todas as plataformas digitais.

MÚSICA POP


Cantores Gilberto Gil, Lulu Santos, Elba Ramalho, Sandra de Sá e Sérgio Loroza são atrações de retrospectiva 2019, da música pop na TV por assinatura.

A maratona inclui séries, documentários, videoclipes e shows ao vivo com músicos consagrados e novas promessas. O conteúdo vai ao ar a partir do dia 20 deste mês, às 18h, no canal Music Box Brazil.

QUADRILHANDO


Quadrilha Junina Rosa dos ventos vai lançar seu projeto para 2020, na quarta (11), na Boate Sub Zero (av: Feliciano Coelho) – Trem, às 20h.

BELEZA NEGRA


A jovem Josy Alencar é a Mais Bela Negra do Amapá 2019, eleita no último sábado (7), na sede de Boêmios do Laguinho. Ela representou a comunidade quilombola do Ambé.
Quem levou o título no masculino foi o jovem, Gerson Souza, representante da comunidade de Ilha redonda. Parabéns.

NOVA GERAÇÃO


Boêmios do Laguinho, mais uma vez, apostando na prata da casa para assumir o comando da bateria da escola. Mestre Anderson Beçola, auxiliado pelos diretores, Gugu, Wank, Saulo e Ismael, todos nascidos no berço do samba da Nação negra

FÉ NO SAMBA


Escola de samba Unidos do Buritizal (o azulão) vai falar da Fé, no carnaval de 2020, e está lançando seu novo samba de enredo, de autoria de Fadico e cantado por Tinga.

O sabor da música tucuju

Música – Ritmo  São muitos os estilos e sabores das composições musicais, produzidas no Amapá, que retratam em seus sons e ritmos o...